Tudo o que você sempre quis saber sobre pós-graduação médica: o que é, como funciona, e a diferença para Residência Médica.

 Há dois tipos de pós-graduação no Brasil: a lato sensu– que engloba os cursos de especialização e Master Business Administration (MBA) – e a stricto sensu – que engloba os cursos de mestrado e doutorado.  

  De acordo com o Ministério da Educação, as pós-graduações lato sensu tem duração mínima de 360 horas e ao final do curso o aluno irá receber certificado. Já as pós-graduações stricto sensu englobam programas de mestrado e de doutorado para candidatos diplomados em cursos superiores de graduação e que atendam às exigências das instituições de ensino e ao edital de seleção dos alunos (Art. 44, III, Lei nº 9.394/1996).  

  Na área médica, ainda há muitas dúvidas acerca dos cursos de pós-graduação. Um ponto importante a ser ressaltado é que a pós-graduação qualifica o médico em uma área da medicina, com conhecimentos técnicos e teóricos, o habilitando para atuação em diferentes cenários, mas não dá o direito ao profissional de registrar-se em um Conselho Regional de Medicina (CRM) como especialista.  

  De acordo com o Conselho Regional de Medicina, o médico terá direito ao título de especialista ao cumprir dois requisitos: a conclusão de residência médica e a aprovação em provas de título, ou seja, o médico deve apresentar título reconhecido pela Comissão Mista de Especialidades (CME) para efetuar registro de especialista. 

  No entanto, de acordo com o estudo Demografia Médica no Brasil 2020, resultado de uma colaboração entre o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Universidade de São Paulo (USP), o Brasil tem hoje mais do que o dobro de médicos que tinha no início do século. Em 2000, eram 230.110 médicos. Em 2020, eles somam 502.475 profissionais. E é importante ressaltar que existe um déficit entre quantidade de vagas nos programas de residências versus a quantidade de médicos recém-formados.  

  Diante desse cenário, muitos médicos não conseguem aprovação na Residência Médica, e existem opções para que o profissional não pare de investir em sua formação. No entanto, antes de fazer uma escolha, o médico deverá pesquisar todas as alternativas disponíveis, as suas características e os seus diferenciais, e optar por aquela que irá agregar mais conhecimento para a área de atuação em que o profissional tem interesse. 

Vantagens da pós-graduação médica  

  A pós-graduação médica é um passo em um processo de educação que tem que ser contínuo, já que é uma alternativa para quem quer evoluir os aprendizados e somar conhecimento em uma área da medicina, além de permitir o desenvolvimento da aptidão prática.  

  • Permite aprofundar os conhecimentos 

  Uma pós, além de ajudar o profissional a desenvolver pensamento crítico, possibilita que ele participe de debates e discussões com especialistas e aprenda a lidar com questões importantes da prática médica diária adquirindo novas experiências e competências.  

  • Amplia a rede de contatos 

  As possibilidades de construir relacionamentos são inúmeras, já que o aluno estará ao lado de profissionais com diferentes backgrounds: professores, profissionais de diferentes cidades e atuantes em diversos hospitais e clínicas.  

  • Oferece treinamento prático  

  Os treinamentos práticos possibilitam que os alunos desenvolvam as habilidades, por meio de instruções práticas e simulações de casos, para avaliar as informações de casos graves com embasamento teórico para decidir rapidamente pela melhor conduta e para operar com segurança os equipamentos, materiais e drogas envolvidas nos atendimentos.  

Perguntas frequentes sobre pós-graduação médica 

– Preciso ter CRM para fazer a inscrição na pós-graduação?

Para fazer a inscrição, não. No entanto, para emissão do certificado da pós-graduação é necessário o CRM. 

– Existem cursos de pós-graduação médica no modelo híbrido? 

Sim. É um modelo de ensino que concilia características dos cursos EAD – com a flexibilidade de estudar o conteúdo teórico como, quando e onde quiser – com a prática dos cursos presenciais (treinamentos para a execução de procedimentos médicos frequentes). 

As vantagens ao aluno são inúmeras:   

  • Adquirir uma nova experiência de aprendizado ao estudar no seu lugar preferido. 
  • Conciliar o estudo com a prática médica diária. 
  • Economizar tempo e dinheiro com o deslocamento.  
  • Possibilidade de receber o título de pós-graduado em apenas 12 meses.  
  • Ter acesso à mesma qualidade e aos certificados idênticos ao curso 100% presencial.   

– A pós-graduação médica irá me auxiliar na obtenção do título de especialista? 

  Embora a pós-graduação lato sensu seja um curso de especialização, na área médica o título de especialista é outorgado somente pela Associação Médica Brasileira (AMB) por delegação a cada sociedade médica reconhecida no país. 

  As provas para a obtenção do título de especialista são realizadas pelas comissões de título de cada especialidade cujos critérios podem variar a cada gestão e entre especialidades.

  Por decisão da AMB, a residência médica nunca será pré-requisito em nenhuma especialidade.

Qual pós fazer, eis a questão? 

  O Instituto Terzius – renomada instituição com mais de 10 anos de atuação no mercado de ensino e saúde – oferece cinco opções de cursos de pós-graduação médica. São eles: Medicina de Emergência, Medicina de Emergência no modelo híbrido, Medicina Intensiva de Adulto, Medicina Intensiva Pediátrica e Neonatal e Pediatria e Neonatologia.  

  Todos os cursos de pós-graduação da Terzius são certificados pelo MEC, oferecem cursos de habilidades práticas com certificações internacionais e material didático exclusivo de altíssima qualidade técnica, além de seguirem o rígido Padrão Terzius de Qualidade, um compromisso de princípios de qualidade que são observados e rigorosamente cumpridos em todos os cursos.  

Fontes: 

https://portal.cfm.og.br/

http://portal.mec.gov.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Teste form RD

Total
0
Share